30/03/2018

Organização do estudo para os exames

Os exames nacionais são uma realidade com que milhares de alunos e estudantes lidam anualmente. Ao longo dos anos tenho percecionado qual é a melhor forma de organização e estudo para este tipo de avaliação - e é precisamente desta forma que estou a preparar os exames que vou realizar este ano.


  • Preparar a fase de exames com antecedência
Muitas pessoas acham que não é necessário começar a rever e a estudar muito cedo para os exames mas acreditem que faz toda a diferença! 
Há mais tempo para nos dedicarmos a todos os assuntos, nomeadamente àqueles em que residem as maiores dúvidas e dificuldades. Há também a possibilidade de fazer mais exercícios e exames anteriores como treino. Com isto, creio que a maior vantagem seja podermos rever tudo com um estado espírito mais pleno do que aquele que, por norma, se adquire na fase dos exames nacionais.


  • Dividir as disciplinas e as matérias a estudar
Devem, por exemplo, ter um dia da semana estipulado para estudar matéria de cada disciplina cujo exame vão realizar.
Na segunda-feira estudam matéria da disciplina X, na terça-feira estudam matéria da disciplina Y e assim por diante.
No início de cada semana devem previamente definir que tópico vão estudar para cada disciplina. 


  • Ser realista
Planear estudar quatro tópicos numa hora quando um só é aquele em que residem mais dificuldades e ficar chateado porque não se estudou o resto não é, de todo, ser realista.
Ao invés, devem planear o que vão estudar com  base no vosso conhecimento sobre o assunto. O estudo para os exames nacionais pressupõe a revisão de conteúdos já lecionados, pelo que já devem conhecer o tempo que cada um necessita de revisão. 


  • Rever cada tópico num período constante
Estudos científicos afirmam que existe uma curva do esquecimento em relação a algo que se estuda. Isto é, se algo não for revisto num período mais ou menos constante tem uma tendência bem grande para ser esquecido rapidamente. 
Deste modo, o recomendado é a realização de revisões 24 horas, 1 semana, 15 dias, 1 mês e 2 meses após o primeiro dia em que estudaram um determinado tópico. Podem fazê-lo através de exercícios de aplicação, da leitura dos apontamentos, da elaboração de esquemas, da explicação "para o ar", do teste da folha em branco, dos flash cards, por aí além.


  • Manter todos os materiais de uma disciplina juntos
Apontamentos, resumos, esquemas, resolução de exercícios, cadernos, manuais, etc., devem estar todos juntos para que nada se perca e nada se baralhe. Micas, dossiês, pastas de arquivo, caixas... Há inúmeras opções mas o mais importante é que tudo esteja aglomerado de uma forma organizada.

A lei da atração existe, por isso acreditar que vão conseguir as notas que almejam é já um grande passo.


Espero poder ter contribuído para o sucesso das vossas classificações.

Com amor,
Francisca

4 comentários:

  1. São ótimas dicas querida e mesmo estando no ensino superior ainda adoto muitas delas, é importante não deixarmos tudo para o fim - embora às vezes me aconteça e me arrependa muito :p
    Com essa organização e dedicação vai ser só boas notas :)

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Muito obrigada. Muito sucesso para ti, doce Mary.
      Beijinhos e obrigada pelo teu comentário-

      Eliminar
  2. Gostei das tuas dicas e acho que são úteis, no entanto cada caso é um caso e já vi métodos de estudo que nunca me passariam pela cabeça, a resultar bastante bem com colegas meus.
    É importante irmos partilhando os nossos métodos e aprendendo com os dos outros para descobrir o método ideal para nós.

    ResponderEliminar
    Respostas
    1. Claro que sim. Devemos experimentar todos os métodos possíveis até encontrarmos o ideal para nós.
      Beijinhos e obrigada pelo teu comentário.

      Eliminar

Gostaria muito de saber o que pensas.